Quatro pontos que merecem destaque para a prevenção. Confira:

Controle de doenças vasculares
Fatores vasculares podem estar associados a evolução do comprometimento cognitivo leve para Demência de Alzheimer, portanto o controle de comorbidades, como Hipertensão, Diabetes, Fibrilação atrial, Aterosclerose e Hipercolesterolemia são fundamentais.

Depressão
Condição grave que afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo. Sintomas comuns incluem falta de ânimo para atividades, fadiga, humor deprimido. Alguns estudos tem demonstrado que a depressão pode ser um fator de risco para Alzheimer.

Atividade Física
Estudos indicam que atividade física e fator protetor, preservando a cognição e a neuroplasticidade (capacidade do cérebro de adaptar-se). Além disso, pessoas portadoras da demência que praticam atividade física regularmente podem ter melhor evolução e funcionalidade.

Dieta
Há evidências de que a dieta do Mediterrâneo ajuda a retardar o comprometimento cognitivo leve e a demência. A dieta consiste em baixa ingestão de ácidos graxos saturados, como carnes e aves, consumo diário baixo a moderado de laticínios, como queijo e iogurte; moderada quantidade de álcool, como vinho e abundante consumo de vegetais, legumes, frutas, cereais e peixes.

Fonte: Edwards GA III, Gamez N, Escobedo G Jr, Calderon O and Moreno-Gonzalez I (2019) Modifiable Risk Factors for Alzheimer’s Disease. Front. Aging Neurosci. 11:146. doi: 10.3389/fnagi.2019.00146

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s